Lançamento do documentário Pearl Jam 20 anos

O mês de julho foi um mês e tanto para os fãs da banda Pearl Jam, grupo do qual com muito orgulho, faço parte. Logo no começo do mês tivemos a confirmação que aguardávamos nos últimos 6 anos, finalmente a banda retorna para tocar em terras brasileiras. Nossos coraçõezinhos que já estavam como pintos no lixo de felicidade tiveram uma nova surpresa no final do mês, quando precisamente no dia 26, foi liberado o trailer do documentário em comemoração aos 20 anos da banda.

O documentário que será lançado em DVD contém mais de 1200 imagens raras, entrevistas com a banda, várias apresentações ao vivo e crônicas que narram o começo, o caos após a ascensão, a saída voluntária do cenário, entre outros pontos altos na história da banda.

O vídeo é pra fazer qualquer fã mais emotivo chorar como criança que perdeu o doce,  já começa com uma entrevista com Eddie Vedder, feita pelo cineasta David Lynch, seguida por cenas de apresentações históricas, tudo isso embalado ao doce som de “Given to fly”.

O documentário que é dirigido por Cameron Crowe, tem lançamento previsto para o dia 10 de setembro no Festival de Toronto, no dia 20 de setembro será exibido nos cinemas de algumas cidades norte-americanas por uma noite. E em outubro, o DVD chega às lojas para o público em geral. A pré-venda está sendo realizada aqui.

O material inclui além do documentário, uma trilha sonora, composta por 2 CDs com 29 músicas (com raridades e material ainda não lançado escolhido pelo próprio Cameron Crowe), e o livro de mesmo nome.

Assista o trailer abaixo:

 

Na página do PJ20 também está disponível uma galeria de imagens, e a primeira canção que vai fazer parte da trilha “Crow of Thornes” que você ouve aqui.

Estou ansiosa por comprar (ou quem sabe ganhar de alguém que me ame muito ), essa recordação da banda que venho acompanhando desde que minha única certeza na vida era que eles seriam, para sempre, minha banda favorita.

Show do Red Hot Chilli Peppers será transmitido ao vivo nos cinemas

O Red Hot Chilli Peppers vai lançar em grande estilo o novo álbum da banda, “I’m With You”, com transmissão ao vivo em alta definição do show que será realizado no dia 30/08 em todos os cinemas do mundo, inclusive no Brasil. Todas as músicas do disco serão tocadas em sequência e só depois serão tocados os hits. Por aqui a transmissão acontece nas seguintes cidades: Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Campinas, São José dos Campos e Maringá. As vendas dos ingressos começam a partir do dia 12 (sexta) no site: www.mobz.com.br, e também nas bilheterias dos cinemas do país.

Veja o trailer do evento abaixo:

Inferno – Patrícia Melo

Acabei de ler essa semana o livro “Inferno’, da Patrícia Melo. Nome totalmente desconhecido para mim até que um amigo me apresentou como discípula do Rubem Fonseca, como gosto muito dele fiquei curiosa e resolvi pesquisar a seu respeito. Descobri que ela já possui 7 livros publicados e já conquistou alguns premios como romancista.

Inferno conta a história de Reizinho, que muito cedo se envolveu com drogas e o tráfico. Narra de forma irretocável a saga desse menino que queria ser líder do morro em que morava. Um personagem que te causa uma certa empatia apesar das atrocidades que comete ao longo da vida.

É um livro tenso, daqueles que você precisa parar para respirar em alguns momentos. Só aí entendi a semelhança com o mestre Zé Rubem, uma leitura sem maquiagem, sem amenidades. Um livro que narra miséria, mortes impiedosas, guerra pelo poder, tráfico de armas e drogas, prostituição, gravidez na adolescência, fanatismo religioso e também o completo ceticismo, mas acima de tudo narra um sonho. O sonho de um menino. Ser grande no morro, ter perto de si o pai que um o abandonou, sentir amor pela progenitora – que dentro daquela realidade miserável acreditava que a única forma de manter seu filho na linha era espancá-lo violentamente-, ser amado verdadeiramente.

Outra característica interessante é o o senso de humor da escritora, que traz um equilíbrio em meio a tanta tensão. É uma leitura rápida, com paragráfos longos e muitas vírgulas separando os diálogos.

É um retrato de um mundo caótico, uma realidade comum, mesmo distante da nossa. A realidade de quem vive a margem da sociedade com subempregos, com um subvida. A realidade de quem vive numa sociedade paralela com suas próprias leis. É um livro que te causa um certo desconforto, que te afeta, que te insere no contexto da história e te traz muita expectativa e reflexões.

É um livro tão rico, que seria impossível defini-lo nessas poucas linhas. Eu aprovei, e espero agora ler outras obras dela.

Definitivamente é uma leitura para quem gosta de explorar outras perspectivas a partir das vivências dos personagens. Um livro pra quem quer sentir, seja através do choque, da emoção, do riso ou do choro.